Além de evitar a emissão de CO2, outra vantagem que tem atraído motoristas para a eletrificação é a possibilidade de economia no longo prazo. Apesar do ainda alto custo de aquisição, um veículo elétrico na cidade de São Paulo, por exemplo, onde o kWh residencial é R$ 0,65, é possível rodar cerca de 100 km por apenas R$ 13. “Vemos que condomínios residenciais estão começando a se preparar para esse futuro próximo, de maior procura por carros elétricos”, aponta Eduardo Sousa, diretor geral da Electricmobility Brasil, uma das empresas especializadas do ramo de equipamentos de recarga para automóveis elétricos. (Brasil Energia – 03.06.2019)